[Especial Oscares] Ciilvie 2

O filme Birdman retrata a experiência de Riggan Thomson, um actor que retratou um super herói nos seus primeiros tempos em Hollywood, e que tenta agora recuperar a sua carreira começando do zero na Broadway, com um espectáculo que lhe é querido, uma adaptação de um livro de Raymond Carver, “What We Talk About When We Talk About Love”.

Embora não seja óbvio no começo do que o filme pretende abordar, visto que a informação é jogada no ecrã e temos de acompanhar à medida que evolui, percebemos depressa que Birdman não é uma história de rendição. Birdman é a queda de um grande actor na espiral depressiva que o acompanha a ele e todos os que o rodeiam, num local onde o cinismo, a hipocrisia e o afastamento da realidade imperam. Esta é a morte lenta e dolorosa de uma depressão, e possível esquizofrenia, que só pode acabar de uma maneira, a morte.

Devo dizer que as actuações são brilhantes e as personagens bem construídas mas Birdman destaca-se pela escolha de fazer a narrativa de uma forma contínua com apenas uma câmara que segue toda a acção à medida que os intervenientes se movem. Novamente, um filme visual que não é muito amigável do espectador visto que a grande movimentação da câmara é difícil por vezes de acompanhar.

Com uma tónica difícil, triste, este filme que é muito reflexivo mostra a faceta menos amigável do entretenimento e que está lá para chocar ou fazer pensar.

Que o Magnânimo GIP esteja convosco,

L.T:Htlls

Advertisements

2 thoughts on “[Especial Oscares] Ciilvie 2

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s